www.rjscie.com

Segurança Contra Incêndios em Edifícios
 
PortalPortal  InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Marcos de Incêndio

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
m.joao.nascimento



Mensagens : 20
Pontos : 30
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/03/2010

MensagemAssunto: Marcos de Incêndio   Ter Nov 06, 2012 3:39 pm

Olá a todos.

Surgiu-me uma dúvida relacionada com marcos de incêndio durante a elaboração de um projecto de SCIE.

Segundo o regulamento, deve existir um marco de incêndio a menos de 30 m de qualquer saída do edifício.

Ora, estou a tratar de uma legalização de uma indústria de panificação, existente há vários anos, numa aldeia.
Não existe qualquer marco de incêndio nas proximidades, pelo que me proponho a instalar um.

A minha dúvida é:
- de quem é a responsabilidade (e quem arca com os custos) pela sua instalação?

Além disso, desconheço se a rede tem capacidade para suportar um marco de incêndio (20L/s), pelo que me deslocarei ao Departamento de Águas Municipais para que me cedam informação sobre qual a tubagem da rede pública no local (diâmetro) e assim possa "estimar" o caudal que lá passa. Este procedimento é correcto/usual?


Muito obrigado a todos pela ajuda.
Cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
wandering



Mensagens : 93
Pontos : 127
Reputação : 8
Data de inscrição : 16/06/2011
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Ter Nov 06, 2012 6:02 pm

Olá,
Se for na via publica a responsabilidade é da Câmara, se for em terreno privado é da responsabilidade do Dono de obra.

Como normalmente não se propõe nada em terrenos públicos, o que costumo fazer é: ou proponho em zona privada, ou não coloco no projeto e indico como inconformidade no termo de responsabilidade propondo medidas compensatórias (ex mais quantidade de agente extintor, SADI com alerta automático...), sendo neste caso obrigatório o parecer por parte da ANPC sobre o projeto e medidas compensatórias propostas.

E sim é necessário saber se a tubagem da zona suporta os hidrantes.

Cumps
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
paulo calado



Mensagens : 7
Pontos : 7
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/11/2012

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Qua Nov 07, 2012 10:57 am

Caros colegas,

Vocês devem andar no mínimo distraídos. Leiam e estudem com atenção o DL 220/2008 e a Portaria 1532/2008.

cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
m.joao.nascimento



Mensagens : 20
Pontos : 30
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/03/2010

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Qua Nov 07, 2012 11:02 am

paulo calado escreveu:
Caros colegas,

Vocês devem andar no mínimo distraídos. Leiam e estudem com atenção o DL 220/2008 e a Portaria 1532/2008.

cumprimentos


Bom dia, Colega,

Se pedi auxílio neste tema, foi porque não estou completamente esclarecido e vejo neste fórum uma oportunidade para tirar dúvidas (que são isso mesmo: dúvidas).

Se tiver oportunidade de ajudar, agradeço imenso.
Se a única contribuição que consegue dar é o comentário que acabou de fazer, dispenso a sua colaboração.

Melhores cumprimentos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
paulo calado



Mensagens : 7
Pontos : 7
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/11/2012

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Qua Nov 07, 2012 11:19 am

Caro colega Nascimento,

Perante este regulamento de SCIE existem dúvidas para todos os gostos.
Se o colega pensar um bocadinho com facilidade conclui que o regulamento é para ser cumprido na integra e q o art. 14º do 220/2008 só é aplicável nas condições definidas no dito DL, pelo que, havendo obrigatoriedade da existência de hidrantes exteriores nas próximidades do edifício, terá o requerente obrigatoriamente de arranjar condições para a sua colocação. Se essa mesma instalação se verificar na via pública, deve ser solicitada autorização à CMunicipal.

cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
m.joao.nascimento



Mensagens : 20
Pontos : 30
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/03/2010

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Qua Nov 07, 2012 11:24 am

paulo calado escreveu:
Caro colega Nascimento,

Perante este regulamento de SCIE existem dúvidas para todos os gostos.
Se o colega pensar um bocadinho com facilidade conclui que o regulamento é para ser cumprido na integra e q o art. 14º do 220/2008 só é aplicável nas condições definidas no dito DL, pelo que, havendo obrigatoriedade da existência de hidrantes exteriores nas próximidades do edifício, terá o requerente obrigatoriamente de arranjar condições para a sua colocação. Se essa mesma instalação se verificar na via pública, deve ser solicitada autorização à CMunicipal.

cumprimentos


Caro Colega Paulo Calado,

Assim sim, agradeço imenso a atenção e disponibilidade.

Pela leitura atenta do regulamento (que fiz!), facilmente se conclui aquilo que o Colega acabou de dizer. A minha dúvida prende-se (ou "prendia-se") com o assumir de responsabilidades e encargos pela instalação do marco de incêndio.
Estou, agora, mais esclarecido.

No entanto, continuo a estuda a possibilidade de, como referiu o Colega wandering, apresentar medidas compensatórias, isentando o requerente de arcar com custos de instalação de um marco (visto que se trata de um processo de legalização de obras existentes há bastantes anos, conjugado com as parcas possibilidades financeiras do requerente).

Agradeço, sinceramente, a sua preciosa ajuda.

Melhores cumprimentos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
wandering



Mensagens : 93
Pontos : 127
Reputação : 8
Data de inscrição : 16/06/2011
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Qua Nov 07, 2012 11:32 am

O que disse anteriormente foi com base na minha experiência profissional, em projetos que na mesma situação não havia hidrantes exteriores, foram propostas medidas alternativas de acordo com o edifício em causa para que não fosse posta em causa a segurança e a ANPC sempre aprovou as situações sem problema algum.

Não podemos ser fundamentalistas o que interessa é não por a segurança em causa.

Para tirar duvidas e porque cada CDOS pode ter atitudes diferentes, recomendo ligar para o CDOS em causa e falar com o técnico.

Cumps
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
paulo calado



Mensagens : 7
Pontos : 7
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/11/2012

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Qua Nov 07, 2012 11:57 am

Caros colegas,

As únicas possibilidades de apresentar medidas compensatórias para não cumprimento da legislação são nas medidas de autoproteção e em imóveis classificados. Todos os outros casos são para cumprir, independentemente do q o colega do CDOS diga.
Não se esqueça, q assinam termo de responsabilidade.
As coisas acontecem...retail park de Portimão...

DEFENDAM-SE

cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
wandering



Mensagens : 93
Pontos : 127
Reputação : 8
Data de inscrição : 16/06/2011
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Qua Nov 07, 2012 12:03 pm

No termo de responsabilidade deve indicar-se o incumprimento descrevendo o artigo do regulamento que não foi cumprido, Não assumindo assim a responsabilidade pelo cumprimento desse artigo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
paulo calado



Mensagens : 7
Pontos : 7
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/11/2012

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Qua Nov 07, 2012 12:06 pm

Colega,

leia c atençaõ o q escrevi. Veja c atenção onde pode aplicar medidas compensatórias.

cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
paulo calado



Mensagens : 7
Pontos : 7
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/11/2012

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Qua Nov 07, 2012 12:18 pm

caro colega


...ainda melhor...

diga-me lá quem é q assume o não cumprimento da legislação quando o projetista declara no Termo esse não cumprimento

Nesse caso a legislação não é para cumprir???

Então andamos todos enganados... cobramos a execução do projeto e em vez de o fazermos, emitimos termo de responsabilidade com 20 páginas indicando o não cumprimento de 309 artigos.

cumprimentos

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
wandering



Mensagens : 93
Pontos : 127
Reputação : 8
Data de inscrição : 16/06/2011
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Qua Nov 07, 2012 12:29 pm

A ANPC é a entidade publica idónea para se pronunciar sobre eventuais incumprimentos do regulamento técnico.
Claro que exageros não serão aprovados de certeza porque vão por em causa a segurança do edifício.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
paulo calado



Mensagens : 7
Pontos : 7
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/11/2012

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Qua Nov 07, 2012 12:35 pm

colega,

Mas afinal quem é q faz os projetos. São os projetistas ou os técnicos da ANPC. Pelo q escreve, o colega faz o projeto, cobra-se por esse facto, mas quer q sejam os Técnicos da ANPC a assumir a sua responsabilidade.

Sem dúvida q a ANPC é uma instituição idónea, tal como os seus técnicos, no entanto não sabia q tinham competências para "atropelar" a Lei.

Fica registado...

cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
wandering



Mensagens : 93
Pontos : 127
Reputação : 8
Data de inscrição : 16/06/2011
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Qua Nov 07, 2012 12:41 pm

No fundo o que interessa é que a segurança de pessoas e bens não seja posta em causa.

Mas claro que percebo o seu ponto de vista e que a Lei é para ser cumprida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
paulo calado



Mensagens : 7
Pontos : 7
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/11/2012

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Qua Nov 07, 2012 12:45 pm

obrigado colega.

...o regulamento tem por objetivo a salvaguarda de pessoas e bens e por isso mesmo as regras lá referidas são para serem cumpridas...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AV



Mensagens : 9
Pontos : 9
Reputação : 0
Data de inscrição : 15/10/2009

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Qua Nov 07, 2012 9:10 pm

A legislação permite a instalação de hidrantes exteriores (marcos ou bocas de incêndio). Caso estes equipamentos não existam, deverá ser o dono do estabelecimento a promover a sua instalação.
Na fase de projeto o autor do mesmo, deverá verificar se existem hidrantes nas condições estabelecidas no regulamento. Caso contrario deverá preconizar a instalação do tipo de hidrante em função dos custos e das condicionantes da rede existente ou a cria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
FAGomes



Mensagens : 42
Pontos : 52
Reputação : 0
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 41

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Qui Out 17, 2013 8:30 am

No entanto pode-se levantar a questão da rede de pública de distribuição de água não achar viável a criação de um novo ramal na zona para alimentar um marco de incêndio. Acontece em áreas pouco urbanizadas onde os anéis existentes deixam grandes áreas interiores sem alimentação, muitas vezes por não terem ainda sido loteadas.

Nesse caso não sei bem como como se procede, mas deve ter de ser com depósito e central de bombagem próprio, o que poderá criar situações disparatadas.

Cumprimentos,
FG
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
shok



Mensagens : 43
Pontos : 51
Reputação : 0
Data de inscrição : 16/10/2011
Idade : 36
Localização : Macedo de cavaleiros

MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   Sex Out 18, 2013 9:19 pm

FAGomes escreveu:
No entanto pode-se levantar a questão da rede de pública de distribuição de água não achar viável a criação de um novo ramal na zona para alimentar um marco de incêndio.  Acontece em áreas pouco urbanizadas onde os anéis existentes deixam grandes áreas interiores sem alimentação, muitas vezes por não terem ainda sido loteadas.  

Nesse caso não sei bem como como se procede, mas deve ter de ser com depósito e central de bombagem próprio, o que poderá criar situações disparatadas.

Cumprimentos,
FG
Caso a rede publica não seja suficiente para abastecer a RIA ou até mesmo se a mesma não existir terá de ser calculado um reservatório e um grupo de bombagem (caso seja necessário) para alimentação da mesma.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Marcos de Incêndio   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Marcos de Incêndio
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Judeus messiânicos e a volta do Messias. Marcos Andrade Abrão
» Marcos 16:17 E estes sinais seguirão aos que crerem...
» A Triste verdade do Episodio do Jokey Club II São Vicente-SP Em São Vicente-SP foi reconduzido o Irmão Clovis para o Ministério de Cooperador do oficio ministerial, no Jockei II e aonde Deus o enviar. E foi feita a justiça Divina!
» Noticias da guerra santa na CCb veja ...Manifesto do ministério e toda irmandade e Mocidade
» Pastor Marcos Pereira nega acusações de estupro e diz: “Querem denegrir minha imagem. Não acredito na Justiça”

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
www.rjscie.com :: Fichas, Projectos e Planos :: Projectos de Segurança Contra Incêndios-
Ir para: