www.rjscie.com

Segurança Contra Incêndios em Edifícios
 
PortalPortal  InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Cálculo do efectivo - creche

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
joaobento65



Mensagens : 7
Pontos : 11
Reputação : 0
Data de inscrição : 27/07/2010

MensagemAssunto: Cálculo do efectivo - creche   Qua Jan 04, 2012 3:23 pm

Antes de mais agradeço a atenção e ajuda.
pretendo calcular o efectivo de uma cresche, numa sala de actividades designadas como locais de risco D, uma vez que se tratam de crianças com idade não superior a seis anos. Como os locais de risco D, se enquadram na mesma categoria de pessoas acamadas, e pelo constante na alinea b) do nº 2 do artº 51º do RJ-SCIE, refere que o coeficiente é de 3.2, será que no cálculo do efectivo tenho que usar esse factor?
Também estou com dúvidas em classificar uma cozinha que não tem equipamentos instalados superiores a 20 Kw, será que é um local de risco A?
Agradeço uma vez mais a ajuda e atenção.
Votos de Projectos Seguros.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Barradas

avatar

Mensagens : 340
Pontos : 385
Reputação : 15
Data de inscrição : 16/04/2010
Localização : ALENTEJO

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qua Jan 04, 2012 4:33 pm

Boas...
O efectivo da sala de actividades, é o que der do calculo conforme o art. 51 do RT-SCIE.
Para o dimensionamento das saidas e vias de evacuação, esse efectivo tem de ser majorado em 1.3.
fácil.

Se a potencia instalada é < 20kW, pode e deve ser considerado local de risco A. Possivelmente nem terá aparelhos a gás. certo? Deve ser uma copa de preparação...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://aguamestra.googlepages.com/
joaobento65



Mensagens : 7
Pontos : 11
Reputação : 0
Data de inscrição : 27/07/2010

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qua Jan 04, 2012 4:46 pm

Pedro. Muito obrigado pela resposta rápida. Tenho acompanhado este forum e digamos, já o conheço há algum tempo, mas ainda não tinha tido oportunidade de comunicar consigo. Muito obrigado pelo trabalho que tem desenvolvido.
Contudo, creio que não respondeu à minha questão. Estou na dúvida sobre o quoficiente dos 3.2, no cálculo do risco D.
Quanto à cozinha, é efectivamente uma cozinha mas não tem os 20 Kv instalados, apesar de também não ter gás.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Barradas

avatar

Mensagens : 340
Pontos : 385
Reputação : 15
Data de inscrição : 16/04/2010
Localização : ALENTEJO

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qua Jan 04, 2012 4:59 pm

Esse factor de 3.2, é só nos locais onde haja acamados. normalmente apenas utilizado nas UT V.
PS: tem de estudar melhor esse RT-SCIE. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://aguamestra.googlepages.com/
joaobento65



Mensagens : 7
Pontos : 11
Reputação : 0
Data de inscrição : 27/07/2010

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qua Jan 04, 2012 5:20 pm

Esclarecendo melhor.
Acho que uma criança não tem a mesma percepção ou reação a um alarme, em relação a um adulto. Daí que tenha tenha considerado o uso do tal factor de 3.2, o mesmo que é usado para pessoas acamadas ou pessoas limitadas na mobilidade, tal como é designado na classificação dos locais de risco D ( artºs 10º RJ SCIE e 51º do RT SCIE).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Barradas

avatar

Mensagens : 340
Pontos : 385
Reputação : 15
Data de inscrição : 16/04/2010
Localização : ALENTEJO

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qua Jan 04, 2012 5:25 pm

Leia lá bem as a) e b) do n.º 2 do art. 51 do RT-SCIE...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://aguamestra.googlepages.com/
joaobento65



Mensagens : 7
Pontos : 11
Reputação : 0
Data de inscrição : 27/07/2010

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qua Jan 04, 2012 5:37 pm

É verdade Pedro, não está nada disso, mas como temos que ser responsáveis e estamos a lidar com situações delicadas, resolvi esclarecer a dúvida. Também a lei por vezes tem situações tão estranhas, que não há como tirar dúvidas.
Muito obrigado pela ajuda.
Abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Barradas

avatar

Mensagens : 340
Pontos : 385
Reputação : 15
Data de inscrição : 16/04/2010
Localização : ALENTEJO

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qua Jan 04, 2012 8:25 pm

Veja isso com atenção...
Para não penalizar desnecessáriamente o edificio, que depois traduz-se em exigências regulamentares suplementares com os respectivos custos para o dono de obra e em sede de projecto associados...
Esse Projecto sendo uma Creche... estará no âmbito das competências da Segurança social, pelo que necessitará de parecer do Projecto SCIE, por parte da ANPC. Atenção também a isto.

Bom Projecto.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://aguamestra.googlepages.com/
joaobento65



Mensagens : 7
Pontos : 11
Reputação : 0
Data de inscrição : 27/07/2010

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qua Jan 04, 2012 11:24 pm

Obrigado Pedro mas não estou a fazer nenhum projecto, mas apenas o Plano de Segurança que por si só é uma verdadeira dor de cabeça. No entanto quiz ter a certeza do cálculo do efectivo, para saber em que categoria de risco se enquadrava e saber como proceder nestes casos.
Abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RO



Mensagens : 207
Pontos : 370
Reputação : 1
Data de inscrição : 15/10/2009

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qui Jan 05, 2012 8:59 am

Algém sabe de onde vem o indice 3,2 para os acamados? Aceitam-se sugestões justificativas. Se percebermos o fundamento, não aplicamos esse indice a situações diversas dos acamados...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Barradas

avatar

Mensagens : 340
Pontos : 385
Reputação : 15
Data de inscrição : 16/04/2010
Localização : ALENTEJO

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qui Jan 05, 2012 9:25 am

...
o íNDICE 3.2, segundo me constou, deriva dos efectivos a considerar por utente acamado. Sendo que o valor 3,2 pessoas incluiráSurprised utente, os visitantes, o pessoal médico e auxiliar presente no local e/ ou agrupamento de locais de risco D.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://aguamestra.googlepages.com/
RO



Mensagens : 207
Pontos : 370
Reputação : 1
Data de inscrição : 15/10/2009

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qui Jan 05, 2012 9:40 am

E quantas pessoas estão envolvidas na evacuação de um acamado, eventualmente medicalizado?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Barradas

avatar

Mensagens : 340
Pontos : 385
Reputação : 15
Data de inscrição : 16/04/2010
Localização : ALENTEJO

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qui Jan 05, 2012 9:56 am

... Mas para esse cálculo, serve a majoração de 1.3 para as saidas e vias de evacuação de locais de risco D.

A evacuação de pessoas acamadas, partindo do pressuposto que estamos perante a evacuação do utente na cama (medicalizado) , deve ser assegurada pelo menos por duas pessoas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://aguamestra.googlepages.com/
RO



Mensagens : 207
Pontos : 370
Reputação : 1
Data de inscrição : 15/10/2009

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qui Jan 05, 2012 10:04 am

Exacto, e no caso de JI, das técnicas que conheço e aplico de evacuação, nunca temos 2 pessoas para evacuar cada bebé (pior situação), portanto o colega joão bento não deve utilizar o indice 3,2 pois é desajustado e reflecte uma particularidade da evacuação de acamados que não se aplica a crianças. Para as crianças que já andam bem, aplicando algumas técnicas pedagogicas de ensino, basta ouvirem o alarme para se dirigirem ao ponto de encontro sozinhas, mais ordeiramente que muitos adultos...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Barradas

avatar

Mensagens : 340
Pontos : 385
Reputação : 15
Data de inscrição : 16/04/2010
Localização : ALENTEJO

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qui Jan 05, 2012 10:08 am

Na evacuação de bébés.. teremos na situação mais desfavorável (não aconselhado, especialmente se todas as portas inseridas no percurso de evacuação não abrirem facilmente e no sentido de fuga)... Um adulto para duas crianças de colo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://aguamestra.googlepages.com/
joaobento65



Mensagens : 7
Pontos : 11
Reputação : 0
Data de inscrição : 27/07/2010

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qui Jan 05, 2012 10:38 am

Realmente é fantástico este forum, pois permite o debate e esclarece-nos muitas dúvidas.
Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
FAGomes



Mensagens : 42
Pontos : 52
Reputação : 0
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 41

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qua Jan 25, 2012 6:11 pm

Na minha opinião a nível de evacuação de espaços escolares, para cada área deverá existir sempre um chefe de fila e um cerra fila, sendo que nas turmas de alunos mais velhos estas figuras poderão ser alunos, libertando os funcionários para as crianças mais pequenas, nomeadamente para aquelas em que a locomoção não é perfeita.

Nos casos de berçários, entendo que além da obrigatoriedade que Pedro Barradas indicou, 1 adulto para 2 crianças deve ainda acrescentar-se estas 2 figuras pelos motivos que o Pedro também aludiu.

No entanto, é obvio que, mesmo estando legalmente considerado um número máximo de crianças de berço, a sua evacuação poderá levantar alguns problemas práticos, sobretudo se atendermos a que os elementos das equipes de evacuação não podem (devem) voltar para trás, o que para um universo de 24 bébes, em 2 salas seriam necessários 16 funcionários (que por norma não existem, só em escolas maiores e com bastantes professores, nas escolas até à ao 6º ano ou menos, é bastante mais complicado.).

Nestes casos, julgo, sem certezas, que poderão ser alunos mais velhos (claramente definidos) a vir auxiliar os funcionários da instituição, mas é uma questão que também me levanta bastantes dúvidas.

Cumprimentos,
Fernando Gomes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Barradas

avatar

Mensagens : 340
Pontos : 385
Reputação : 15
Data de inscrição : 16/04/2010
Localização : ALENTEJO

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qua Jan 25, 2012 7:17 pm

FAGomes escreveu:
poderão ser alunos mais velhos (claramente definidos) a vir auxiliar os funcionários da instituição, mas é uma questão que também me levanta bastantes dúvidas.

Essa opção é de dificil concretização, já as salas com berços.. não dispõem de crianças com > 3anos... nem sequer com 1/2 anos.
Quando se desencadeia a evacuação numa sala... não vai haver nem tempo nem possibilidade de mandar " crianças"... ajudar noutra sala.
Em locais de crianças com idade inferiores a 6 anos, temos 2 adultos por sala, serão estes os cerra/ chefe de fila.

PS: abraços, que hoje tive o dia todo, numa Instituição a acompanhar uma acção de formação e sensibilização em materia de Segurança...preparativa para implementação das MAP's.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://aguamestra.googlepages.com/
FAGomes



Mensagens : 42
Pontos : 52
Reputação : 0
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 41

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qui Jan 26, 2012 5:56 pm

Olá Pedro Barradas, só agora é que associei o teu nome, espero que esteja tudo bem por ai.
Parabéns pelas tuas intervenções aqui no site, quer a nível de segurança quer a nível de arquitectura, não conhecia esta tua vertente de docente.

Como sabes a minha área e nível de PEI´s é mais em edifícios administrativos, gente graúda portanto (no entanto gostava que se portassem tão bem como as crianças de 2 anos), mas o que referi a nível de haver alunos a participar activamente na evacuação era a nível de turmas mais velhas aonde só existe 1 professor e nesses casos não me choca nada ser um aluno a ser o chefe de fila enquanto o professor é o cerra filas e assegura-se que não fica ninguém para trás, vê as casas de banho, etc e depois vai ter com a sua turma fazer a contagem de alunos e comunicar ao RS…
Até porque nos PEIs deve de haver uma pequena formação “no fundo é ir lá explicar as os equipamentos, caminhos de fuga, o que é a compartimentação, etc, mas isso tu sabes Wink )

Até aos três anos há sempre 2 professores, nestes casos, se as crianças já se movimentam sozinhas não há grandes problemas, 1 é o cerra filas o outro é o chefe de fila.
Assim o mais problemático será aonde só existe 1 professor mas as crianças, pela sua idade ( 4, 5, 6;10 anos) ainda não podem ser chefes de fila, e os bebes que não andam, aonde não existe nas salas pessoas suficientes para levar as crianças todas (para 12 crianças seriam necessárias 6 a 8 adultos).

Será nestes casos é que eu acho que deve haver instruções para a senhora da secretaria, a continua, o segurança os professores que não estão a dar aulas, etc….se deslocarem de imediato a essas salas para ajudarem nessas evacuações, ainda assim tenho a certeza que na maioria dos casos não existirão elementos suficientes, tendo as equipas de evacuação, ao contrário do que estaria correcto, ter de voltar a essas salas retirar mais crianças (sobretudo no caso dos berçários).

É por isso que nas salas de berços e J.I. é sempre muito importante fazer vãos directos para o exterior, apesar de isso ser muitas vezes lixado para nós, arquitectos, mas lá para as traseiras sempre se arranja um sítio.

Era mais ou menos isto que eu queria dizer, mas como foquei ainda não tive a oportunidade de me debruçar sobre este tipo de edifícios, pelo que digo isto com bastantes incertezas.

EDIT: PS: já agora tu que andas muito dentro dos PEIS das escolas não tens sentido dificuldades com esta história das escolas estarem a ficar sem vigilantes externos (prosegur, securitas etc.) ? é que essas pessoas que por norma estariam nas portarias, aonde muitas vezes está a CDI a não existirem levanta algumas complicações, 1º porque corre-se o risco de a CDI passar a estar numa zona desocupada, e instalar repetidores desta é um sonho babilónico, depois porque meter as senhoras continuas que eventualmente podem estar a ocupar as portarias a fazer reset à cdi por causa das temporizações e falsos alarmes è quase criminoso.
Ando com esta questão engasgada já a algum tempo, tendo até já pedido aqui ajuda, para saber que formação é que pode ser dada ou… sei lá…..
Sem os vigilantes quem opera a CDI? Não se vai dar cursos de vigilantes às continuas das escolas, por ex…É que esta é uma questão que também se coloca nas empresas privadas.


Um abraço e muitos projectos,
Fernando Gomes

Penso que sabes quem sou, fizemos o curso de seg, juntos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Barradas

avatar

Mensagens : 340
Pontos : 385
Reputação : 15
Data de inscrição : 16/04/2010
Localização : ALENTEJO

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qui Jan 26, 2012 7:06 pm

Olá Fernando Wink
...lembro, lembro...

Não é preciso escrever testamentos... Wink

A minha actuação tem sido essêncialmente em UT V e IV...
Nos lares.. pensas que tens alguem em permanência junto da CDI?!? não tens.
Mas fazer o RESET à CDI, alguém sabe sempre... Tenho actuado principalmente em edificios existentes... propondo melhorias, nda scondições SCIE, e também na adequação dos meios existentes face as MAP.

Nas escolas, tens sempre alguém na portaria durante o horário normal das aulas. O problema é quando cessam as actividades escolares.. e a escola "abre-se" à comunidade ( gimnodesportivo para as aulas de futebol de salão, de aerobica ou a ginástica para a 3ª idade) e não tem ninguem responsável e /Ou controlo de acessos.
Uma maneira de ultrapssar isso.. em qq lado é dotar do vigilante de turno de um Telemóvel e a CDI ser dotada de um módulo de comunicações que face a uma situação de alarme avise o dito de algum incidente (durante a fase de alarme restrito).
Dará tempo para o vigilante se deslocar à CDI, verificar qual a zona/ compartimento e efectuar o respectivo reconhecimento.
Não é o ideal, mas funciona e é mais barato que colocar um repetidor ( edificos existentes)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://aguamestra.googlepages.com/
FAGomes



Mensagens : 42
Pontos : 52
Reputação : 0
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 41

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Qui Jan 26, 2012 9:19 pm


"Nos lares.. pensas que tens alguem em permanência junto da CDI?!? não tens."

Pois, provavelmente sou eu que estava mal habituado com centrais de segurança e vários vigilantes...


"Mas fazer o RESET à CDI, alguém sabe sempre... "

Não é de facto dificil, mas não é toda a gente que consegue ver o local aonde o detctor ficou activo (ainda menos se ela não tiver programada para informar em bom português a sala e te der um código tipo d18 em que tens de ir a um papel ver qual é o detector 18) ir lá tentar extinguir o incêndio e partir uma botoneira.

Não é dificil, mas não é qualquer um que o faz e o que tenho notado é que quando uma empresa termina um contrato de vigilancia por causa dos valores, atira para estas funções pessoas ás quais não se pode pedir nem é correcto atribuir este tipo de responsabilidade.


"Uma maneira de ultrapssar isso.. em qq lado é dotar do vigilante de turno de um Telemóvel e a CDI ser dotada de um módulo de comunicações que face a uma situação de alarme avise o dito de algum incidente"

Só por curiosidade, achas que essa programação na central fazemos nós?
Podemos fazer, mas isso poderá levantar problemas "legais", não sei, estou só a perguntar a tua opinião.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Barradas

avatar

Mensagens : 340
Pontos : 385
Reputação : 15
Data de inscrição : 16/04/2010
Localização : ALENTEJO

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Sex Jan 27, 2012 9:07 am

Olá Fernando.. "NÓS".. não, a programação nas centrais deve ser feita pelo instalador.
Como sabes deve haver um contrato de manutenção do SADI.

Relativamente, à informação das Centrais.. vaira muito de CDI, para CDI... uma além do nº do detector, indicam o piso, a categoria do compartimento e o número do mesmo. por exemplo:
Zona 2;Piso 0; quarto 03
(A zona 2 pode ser uma agrupamento de locais, uma zona corta-fogo)
Isto para Centrais endereçáveis.

Nas MAP, tenho previsto uma planta de piso simplificada, com o n.º dos detectores TODOS, bem como uma listagem com a correspondência para o local.
Uma folha com o modo de operação resumido da CDI.
ISTO é para ficar afixado junto da CDI. (não há desculpas)

Depois é necessário haver formação, FORMAÇÃO e sensibilização.
Prever a existência de exercicios ( não são simulacros), para estabelecer rotinas de actuação.

abraços.

PS: Esta é a minha opinião... mas cada caso é uma realidade, pelo que não podemos estar aqui a generalizar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://aguamestra.googlepages.com/
FAGomes



Mensagens : 42
Pontos : 52
Reputação : 0
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 41

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Sex Jan 27, 2012 1:15 pm

Pois, como disseste e bem “deve haver um contrato de manutenção do SADI.”, o problema é que pode não haver (penso até que essa manutenção apenas é referenciada nas notas técnicas, apesar de RSCIE remeter para elas.)
Por isso é que te perguntei se nós poderíamos alterar a programação da central, já que pode não haver ninguém que o faça, como não fazem a manutenção anual dos detectores.

Quando há, a empresa que tem o contrato de manutenção deve de ir lá dar uma pequena formação de como operar a central.

Devo dizer que essas plantas com a numeração de todos os detectores e sua localização são de facto importantes e muitos PEIs de edifícios administrativos já de uma dimensão considerável, não vou focar firmas mas acredita que feitos por empresas bastante consideradas nesta área, que já vi, nunca estão lá essas plantas.
A folha com o modo de operação resumido da CDI é claramente fundamental, não só para a cdi mas também para as centrais de bombagem quando existam.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Ter Maio 14, 2013 8:27 pm

Como costumam calcular o efectivo numa sala de aulas ou creche de uma UT IV? Costumam ir pelo indice ou vão pela capacidade instalada? Eu tenho ido pelo indice, no entanto, ainda a pouco tempo tive uma discussão com o arquitecto responsavel/coordenador de projecto que não aceita porque agrava muito a dimensão das escadas e das vias de evacuação pelo que exige o calculo pela capacidade instalada.
Sei que o caderno técnico relativamente aos estabelecimentos escolares diz que temos de ir pelo indice, no entanto o coordernador de projecto já falou com o tecnico da ANPC que diz que o mesmo não é lei e que pode ir pela capacidade instalada.
A minha duvida aqui é como posso me salvaguardar tendo por base estas condicionantes? Será que devo exigir ao arquitecto responsavel pelo projecto um documento com descrição de todos os espaços e efectivo máximo a considerar que posteriormente em fase de exploração terá de ser cumprido pelo responsavel de segurança em virtude das medidas de autoprotecção e assim iliba-me dessa responsabilidade.
É que as salas tem capacidade instalada para 22 alunos + 1 professor, o que dá um efectivo de 23. E eu indo pelo indice dá um efectivo de 32, para além do facto que já há notícias que o governo quer aumentar o número de alunos nas turmas passando a 28 ou 30 acho eu. (diferença entre calculado e capacidade instalada - 9 pessoas por sala)
É que neste momento em virtude da minha intrasigência em relação a este assunto, estou a ser acusado de encarecer a obra e atrasar o projecto.
Cumprimentos
Helder Fernandes


Última edição por hgfernandes04 em Sex Jun 21, 2013 4:40 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pedro Barradas

avatar

Mensagens : 340
Pontos : 385
Reputação : 15
Data de inscrição : 16/04/2010
Localização : ALENTEJO

MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   Ter Maio 14, 2013 8:45 pm

Eu aplico a capacidade instalada (se me fornecerem os dados) = que normalmente é a capacidade para o qual a sala foi licenciada.
por exemplo:
sala com 15 crianças (<6 anos) + 1 educadora + 2 auxiliares = 18 PAx em local de risco D.
Depois leva com a majoração de 1.3, APENAS para as vias e saidas.

No caso de refeitórios e/ ou salas polivalentes, utilizo o índice.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://aguamestra.googlepages.com/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Cálculo do efectivo - creche   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Cálculo do efectivo - creche
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Planilha de custos
» Cálculo para enfrentar o bafômetro

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
www.rjscie.com :: Área técnica :: Discussão Geral-
Ir para: