www.rjscie.com

Segurança Contra Incêndios em Edifícios
 
PortalPortal  InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Simultaneidade das bocas de Incêndio

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Philos



Mensagens : 24
Pontos : 38
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/06/2010

MensagemAssunto: Simultaneidade das bocas de Incêndio   Ter Nov 15, 2011 2:47 pm

A dúvida é na portaria 1532 artigos 167 e 171 que referem que o dimensionamento deve ser feito com metade das bocas em funcionamento até um máximo de 4.

Se tivermos por exemplo um edifício com 10 pisos com uma boca de incendio tipo carretel por piso, qual a simultaneidade a considerar: 1 ou 4?
A simultaneidade é por piso ou pela totalidade da instalação?

Obrigado desde já.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
FAGomes



Mensagens : 42
Pontos : 52
Reputação : 0
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 41

MensagemAssunto: Re: Simultaneidade das bocas de Incêndio   Ter Nov 15, 2011 5:39 pm


Na minha opinião é para metade de todas as bocas-de-incêndio do edifício, e se essa metade for superior a 4, como é o caso do exemplo que deu (metade eram 5), faz-se a contabilização atendendo a 4 bocas em funcionamento simultâneo (não sendo necessário contabilizar as 5 que seria a tal metade de 10).

Se no edifício existirem 6 bocas-de-incêndio, deve-se fazer os cálculos atendendo a que estarão 3 bocas em funcionamento simultâneo.

Cumprimentos,
Fg
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Barradas

avatar

Mensagens : 340
Pontos : 385
Reputação : 15
Data de inscrição : 16/04/2010
Localização : ALENTEJO

MensagemAssunto: Re: Simultaneidade das bocas de Incêndio   Ter Nov 15, 2011 5:48 pm

.. partilho da opinião, serão metade das BI existentes no EDIFICIO, no máximo de 4.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://aguamestra.googlepages.com/
Philos



Mensagens : 24
Pontos : 38
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/06/2010

MensagemAssunto: Simultaneidade das bocas de Incêndio   Qui Nov 17, 2011 9:56 am

Mas acham que faz sentido? Os elementos estruturais, construtivos e sua disposição já têm de obedecer a determinadas regras e valores de resistência ao fogo, ou seja havendo separação física entre pisos o fogo não se vai propagar.

Se encontrarem o sitio onde isso está escrito (sem dúvidas) agradecia que me indicassem.

Cumprimentos ao fórum.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Barradas

avatar

Mensagens : 340
Pontos : 385
Reputação : 15
Data de inscrição : 16/04/2010
Localização : ALENTEJO

MensagemAssunto: Re: Simultaneidade das bocas de Incêndio   Qui Nov 17, 2011 10:32 am

Podes sempre comprar um livro actualizado face ao actual RT-SCIE - Do Eng. Victor Pedroso ( é um substituto do LNEC - ITE41)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://aguamestra.googlepages.com/
FAGomes



Mensagens : 42
Pontos : 52
Reputação : 0
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 41

MensagemAssunto: Re: Simultaneidade das bocas de Incêndio   Qui Nov 17, 2011 1:04 pm

Essas exigências já vêm do antigo e revogado DL-410/98 de 23 de Dezembro , que era referente a edifícios administrativos e aonde também se lia:

Artigo 136.º
Redes de alimentação e disponibilidades de água

1 - A alimentação das bocas-de-incêndio deve, em geral, ser assegurada por canalizações independentes a partir do ramal de ligação do edifício.
2 - A rede de alimentação das bocas-de-incêndio deve garantir as seguintes condições, em cada boca-de-incêndio em funcionamento, com metade das bocas abertas, com um máximo exigível de quatro:
a) Pressão dinâmica mínima de 250 kPa;
b) Caudal instantâneo mínimo de 1,5 l/s.
3 - Nos casos em que as condições de pressão e de caudal exigidas no número anterior sejam asseguradas por grupos sobrepressores accionados a energia eléctrica, estes devem ser apoiados por fontes de energia de emergência, nas condições dos artigos 84.º e 86.º
4 - Sempre que a entidade licenciadora o exija, em zonas onde o sistema de abastecimento público não apresente garantias de continuidade, pressão ou caudal, devem ser previstas reservas de água que assegurem o funcionamento da rede durante uma hora nas condições indicadas no n.º 2.


Neste campo não me parece existir grandes dúvidas ou espaço para interpretações paralelas, pois fala claramente de metade das bocas de incendio de toda a rede, com um máximo de 4, mas.....

Cumprimentos,
FG

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
FAGomes



Mensagens : 42
Pontos : 52
Reputação : 0
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 41

MensagemAssunto: Re: Simultaneidade das bocas de Incêndio   Qui Nov 17, 2011 5:27 pm

Só mais um esclarecimento, a questão mencionada não advém da compartimentação mas sim da pressão da água na rede.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
pijama

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 89
Reputação : 0
Data de inscrição : 06/12/2011
Idade : 32
Localização : Vila Nova de Gaia

MensagemAssunto: Re: Simultaneidade das bocas de Incêndio   Qua Dez 07, 2011 7:54 pm

Philos escreveu:
A dúvida é na portaria 1532 artigos 167 e 171 que referem que o dimensionamento deve ser feito com metade das bocas em funcionamento até um máximo de 4.

Se tivermos por exemplo um edifício com 10 pisos com uma boca de incendio tipo carretel por piso, qual a simultaneidade a considerar: 1 ou 4?
A simultaneidade é por piso ou pela totalidade da instalação?

Obrigado desde já.



Boa tarde,

Interpretando o n.º 1 do artigo 167.º da portaria 1532/2008, a rede de alimentação das bocas-de-incêndio deve garantir, em cada boca-de-incêndio em funcionamento com metade das bocas abertas, até um máximo exigível de 4 uma pressão dinâmica de 250 kPa e um caudal instantâneo mínimo de 1,5 l/s.

Realmente se o edifcío:
. Tiver 5 bocas, serão consideradas 3 (5*0,50=2,5);
. Tiver 6 bocas, serão consideradas 3 (6*0,50=3);
. Tiver 8 bocas, serão consideradas 4 (8*0,50=4);
. Tiver 12 bocas, serão consideradas 4 (12*0,50=6).

Este princípio é seguido para atender aos coeficientes de simultaneidade. No fundo, o Regulamente "diz" que existe uma probabilidade muito reduzida de se usar mais de 4 bocas-de-incêndio em simultâneo durante um incêndio.

Cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Simultaneidade das bocas de Incêndio   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Simultaneidade das bocas de Incêndio
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Fogão de alta pessão ou baixa pressão?
» Problemas ao assar pizzas grandes no forno doméstico

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
www.rjscie.com :: Área técnica :: Discussão Geral-
Ir para: